As diferenças (e vantagens) de uma cadeira de rodas motorizada

A cadeira de rodas motorizada, também chamada de cadeira de rodas elétrica permite que o deslocamento seja comandado pelo próprio usuário. Os recursos como velocidade e direção funcionam por meio de controladores eletrônicos, que permitem a autonomia do paciente independente do seu comprometimento motor.


Quais as vantagens de uma cadeira de rodas motorizada?


As cadeiras elétricas são geralmente usadas por pessoas incapazes de impulsionar-se para longas distâncias. Elas permitem que o paciente se locomova de forma autônoma sem medo de perder o fôlego, fadiga e etc.


A cadeira possui ajustes reguláveis do apoio de braços e joystick com opção de montagem tanto no lado direito como no esquerdo.


Diversas opções de ajustes como pés eleváveis, assento e encosto anatômicos, apoio de cabeça, cintos entre outras opções para adaptar às necessidades específicas de cada paciente.


As baterias são facilmente desmontáveis facilitando o transporte.


Como o paciente não precisa fazer esforço para se locomover, isso contribui para evitar o agravamento de eventuais problemas musculares em braços e ombros.


Para quem é indicada?


As cadeiras elétricas são indicadas para pessoas com mobilidade reduzida ou comprometimento do desempenho funcional. O paciente precisa apresentar nível de compreensão suficiente para conduzir o equipamento com segurança e eficiência.


O uso mais indicado é para portadores de patologias progressivas, como distrofia muscular, amiotrofia espinhal, esclerose múltipla ou lateral amiotrófica.


Indivíduos acometidos por patologias não progressivas, como AVC, e lesões medulares, tais como tetraplegia e paraplegia, geralmente também recebem indicação de uso de cadeira de rodas motorizada.


Cadeira de rodas motorizada x Manual