As lições de vida de Stephen Hawking

Stephen William Hawking nasceu em 8 de janeiro de 1942 em Oxford, na Inglaterra, exatamente 300 anos após a morte de Galileu. O físico e cosmólogo ficou mundialmente conhecido por suas contribuições para a comunidade científica e dedicou-se à pesquisa e ao estudo da natureza do contínuo espaço-tempo e das anomalias que ali ocorrem - as singularidades.


Aos 21 anos foi diagnosticado com ELA, esclerose lateral amiotrófica, uma doença sem cura e neurodegenerativa que paralisa os músculos do corpo, não afetando as funções cognitivas.



Stephen Hawking Zero Gravity - Blog Avatti


Seu diagnóstico não o fez parar de estudar e pesquisar sobre a origem do universo e todos os seus mistérios.


Em 1988 lançou o seu livro A Brief History of Time: From the Big Bang to Black Holes (Breve História do Tempo) que tornou-se o livro de divulgação científica mais vendido de sempre.


Você não é o seu diagnóstico


Você já ouviu a expressão “você não é o seu diagnóstico”? Pois o físico fez exatamente isso. Não deixou que seu diagnóstico e expectativa de pouco tempo de vida o limitasse.


Escreveu livros, inclusive infantis com sua filha, a jornalista Lucy Hawking. Fez amizades, conheceu todos os continentes (exceto a Oceania). Andou de submarino, voou num balão e até num voo da empresa americana Zero Gravity, em que o avião faz uma série de manobras para produzir uma situação de gravidade zero.


Viveu até os 76 anos e levou a vida com muito bom humor.





Mesmo com suas limitações, Stephen não deixou que isso o impedisse de viver a vida e apreciar tudo o que ela poderia oferecer.


4 visualizações