Como adaptar a casa de um idoso?

Segundo dados do IBGE, o número de idosos no Brasil chegou a 32,9 milhões em 2019. Com o envelhecimento, alguns cuidados são fundamentais para garantir a segurança e mobilidade das atividades diárias.


Durante a pandemia, os acidentes domésticos aumentaram consideravelmente. Estudos da USP (Universidade Federal de São Paulo), 29% dos idosos caem ao menos uma vez ao ano e 13% caem de forma recorrente.


Infelizmente, para uma idoso, o acidente doméstico pode causar desde uma simples lesão como fraturas graves que necessitem de tratamento cirúrgico.





Como evitar os acidentes domésticos


Para evitar os acidentes domésticos, é preciso pensar em como garantir a segurança e ainda permitir que o idoso tenha autonomia no seu dia a dia.


Veja a seguir algumas dicas para deixar a casa adaptada ao idoso:


  • Evite o uso de tapetes e objetos que fiquem soltos que possam fazer a pessoa escorregar;

  • Elimine os carpetes para evitar o acúmulo de pó;

  • Coloque um interruptor ou uma luminária próxima da cama para evitar que o idoso precise andar no escuro para acender a luz;

  • Não coloque móveis que atrapalhem a circulação como em corredores;

  • Prefira móveis com cantos arredondados para evitar acidentes;

  • Instale barras de segurança no box, lavatório e vaso sanitário.

  • Fixe os fios da televisão, computadores e qualquer eletrônico na parede para evitar que tropecem;

  • Troque as maçanetas para o tipo de alavanca. Esse modelo não requer tanto esforço e é mais fácil de abrir.




Pequenas adaptações em casa podem melhorar a qualidade de vida e fazer com que o idoso se sinta mais seguro e independente.


Esses são apenas alguns dos cuidados para deixar a casa mais segura para aqueles que mais amamos.

10 visualizações